Débora de Marco
Na aba E-Books confira meu novo E-Book - A Caminho - Gratuito
Áudios
Sinal verde - Para o desafio do amor
Data: 25/03/2021
Créditos:
Letra: Débora de Marco

Interpretação: Michele Pedro
Cantor e guitarrista: Geraldo Neto
Marcos Henrique: Contrabaixo e ajudou na produção musical
Leandro Barreto: bateria
Marcos Nunes: Captação de áudio e vídeo
Entenda mais sobre o desafio do amor na aba Links!
Sinal verde
Amigos: proponho um desafio carinhoso...
Segue a explicação para quem quiser participar:
                             
Escrevi a poesia "Sinal verde"  pensando nas pessoas que sofrem, que buscam por meio do desabafo aliviar suas dores mais intensas e não sabem por onde começar.

Convido todos os amigos das redes sociais ou não (desde que seja respeitada e colocada a autoria e quem está interpretando) a gravarem, interpretando o poema; seja de forma falada ou cantada  (amigos músicos façam uma melodia)e postem nas suas redes, usando a #nãosecalafala.

Podem gravar um áudio ou simplismente enviem a poesia de forma escrita para aquela pessoa que se afastou ou que você acha que precisa desabafar ou para dizer, apenas, o quanto ela é importante, especial e que você sempre estará à disposição para o auxílio amoroso..
                                                                                 
Em época de pandemia e fora dela todos nós sofremos, muitas vezes escondido, encolhidos, para não incomodar.
                                                                                 
Deixar o espaço livre para que os amigos nos procurem, é o maior ato de amor que podemos oferecer a alguém.
                                                                                 
Esse desafio é voluntário....
Ninguém receberá nenhum valor financeiro com isso, muito menos eu, mas é bem possível que alivie o sofrimento e a dor de alguém!
                                                                                 
E aí, topam?

Sinal verde 
Por Débora de Marco 

Não se sinta só
Eu estou aqui....
Sempre que quiser:
Me procure, irei te ouvir!
Com calma, amor e atenção
Para aliviar a dor, que está aí
Alimentando o coração...
Eu sei que dói
Vez que outra sofro também;
Já pensei em desistir, mas
Ao partilhar a dor
Ficou mais fácil  seguir...
E descobri:
Enquanto o coração pulsa
Encontraremos juntos, jeitos
De calar a dor, que está sufocando por dentro...
Não tem como adivinhar o que está no seu pensamento;
Não se cala, fala, 
Busque amparo, ajuda e audição;
Existem muitos corações prontos
Para estender as mãos;
Dou sinal verde
Para chegar e conversar...
E quem sabe ajudar,
A vida voltar a brilhar....
Conversando a gente se entende,
Faz acordos, busca soluções...
Para que o seu caminhar
Passe a ser mais tranquilo,
E seu sorriso mais  bonito.
E, nunca se esqueça, disso lembrar:
Você é importante e muito amado
Pode nisso confiar!
                                                  
Lembrando que conversar com um amigo, não exclui a necessidade de buscar ajuda psicológica. Uma coisa é completamente diferente da outra.                                                                                            
#nãosecalafala

Para enviar sua participação: deborademarcom@hotmail.com 
                                                                                                          
Enviado por Débora de Marco em 08/07/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras